Transcatarina 2021: começa a disputa pelo título mais cobiçado do Brasil

publicado em: 27/10/2021

A Terra da Maçã - Fraiburgo - sedia pela 13ª vez o Transcatarina e empresta seus reflorestamentos de eucaliptos e pomares de maçã para os quilômetros iniciais de uma disputa que terá fim em Tubarão, no próximo sábado, 30 de outubro

 

Seja na poeira ou na lama... Os carros entraram em cena no 13º Transcatarina! Nesta quarta-feira, 27 de outubro, foi dado o sinal verde para pilotos e navegadores acelerarem seus 4x4 e darem vida a mais uma edição de um dos maiores encontros off-road do Brasil. 

 

A cidade de Fraiburgo – no Vale dos Imigrantes é o palco desta largada que reuniu 261 veículos nas categorias de competição (Máster, Graduados, Turismo, Turismo Iniciante e Turismo Light) e passeio (Passeio Expedition, Passeio Radical 01 e 02, Camping e Adventure 01, 02 e 03). 

 

Até o próximo sábado (30), serão percorridos cerca de 800 quilômetros com destino ao município de Tubarão – litoral catarinense. As demais cidades anfitriãs são Caçador, Lages e São Joaquim. 

 

Esquenta 

 

O primeiro dia de certame teve 70 quilômetros e passou por uma fazenda de plantação de eucaliptos e pelos tradicionais pomares de maçã de Fraiburgo. As médias de velocidade foram bem justas e o terreno apresentou bastante cascalho. “Já tivemos um balaio que certamente definiu os vencedores do dia”, disse o piloto atual campeão da categoria Máster, Leandro Pereira Moor (Ximura). 

 

A ordem de largada foi definida pelo numeral de porta e, de acordo com o diretor de prova, Vander Hirt (Fritão) serviu para aclimatar os competidores. “Ao invés do prólogo (tomada de tempo que define a ordem de largada da primeira etapa), tivemos uma etapa curta (com baixa quilometragem) que, além de aquecer os motores, trouxe aquele clima de competitividade. Foi uma prova que pediu atenção nos pequenos detalhes e, desde já, estabeleceu a disputa acirrada entre os off-roaders”, falou Hirt. 

 

Na categoria Máster, Flávio Roberto Kath (Poder) e Rafain Walendowsky mostraram o quanto estão dispostos a lutar pelo quinto título da dupla no Transcatarina. “Começar o rali com vitória e, abrir desde já uma vantagem, é extremamente positivo e dá o gás necessário para buscarmos o tão cobiçado penta. A próxima etapa apresenta características diferentes e será maior, o que exigirá mais tempo de concentração”, declarou Walendowsky. 

 

Entre os Graduado, Dirceu Potrich e Leonardo Borges Menarim foram os mais regulares e saem na frente na briga pelo título. “É uma satisfação vencer o primeiro dia do Transcatarina, e o meu navegador tem grande mérito neste primeiro passo. Estamos nos afinando cada vez mais e ficamos bem felizes com esse resultado”, disse Potrich. 

 

Na Turismo, Eder Reis e André Tondin venceram a etapa. “Foi uma prova espetacular, bastante pegada e com muitos detalhes. Conseguimos colocar o carro rapidamente no ‘metro’ e seguiremos focado no objetivo de conquistar o pódio”, falou o navegador. 

 

Pela Turismo Iniciante, pai e filha, Alessandro Rodrigo Weirich e Gabriela Lis Weirich, subiram no primeiro lugar no pódio de Fraiburgo. “É sempre bom começar uma disputa como o Transcatarina com vitória, principalmente nesta edição, em que não tivemos prólogo e já começamos acumulando pontos para a classificação geral”, ponderou o Alessandro. 

 

E por fim, os estreantes Ricardo Luiz dos Santos e Gustavo Herdt Westrup já estão aquecidos. “Hoje o dia foi curto, para iniciar e aquecer, mas já teve algumas pegadinhas e valeu o primeiro. Agora, vamos pra cima”, disse Westrup. 

 

 

O segundo dia do Transcatarina segue destino a cidade de Caçador (SC), com 205 quilômetros, passando pelo município de Rio das Antas. O percurso passará por área de reflorestamento do pinus e terá bastante balaios, com predominância de terreno cascalhado. 

 

Passeio Expedition 

 

O primeiro dia da Passeio Expedition também já deixou os participantes bastante animados. Com 30 veículos, o grupo passou por áreas de reflorestamento de pinus, com direito a parada em uma cachoeira e um grande atoleiro que desafiou o off-roaders. “Foi bem legal e emocionante transpor esse obstáculo”, disse Lídia Filardo que está passeando no Transcatarina ao lado do marido, Sérgio Filardo. 

 

Classificação – Primeira etapa

 

Categoria Máster 

1º Flávio Roberto Kath / Rafain Walendowsky, 149 pontos perdidos

2º Leandro Pereira Moor / Claudio Roberto Flores, 184 pontos perdidos

3º Leandro Rodrigo Riffel / Michael da Silveira Masson, 184 pontos perdidos

4º Marcelo de Freitas Gouveia / Igor Quirrenbach de Carvalho, 206 pontos perdidos

5º Glauber Fontoura / Minae Miyauti, 206 pontos perdidos

 

Categoria Graduados 

1º Dirceu Potrich / Leonardo Borges Menarim, 189 pontos perdidos

2º José Andrade Júnior / Bernardo Schafer Andrade, 200 pontos perdidos

3º Paulo Antonio Lacowicz / Ramon Paulo Lemos Lacowicz, 205 pontos perdidos

4º Marcos Fernando Evangelista / Rodrigo Dionizio Silva, 208 pontos perdidos

5º Rui Cesar Schmitz / André Luiz Lender, 264 pontos perdidos

 

Categoria Turismo 

1º Eder Reis / André Tondin, 195 pontos perdidos

2º Daniel Manse / Mirella Kurata, 199 pontos perdidos

3º Marcos Giannoni / David Taufik Rahd, 208 pontos perdidos

4º Cézar Leobet / Eduardo Leobet, 216 pontos perdidos

5º Benedito Lopes / Fernando José Freneda da Silva, 233 pontos perdidos

 

Categoria Turismo Iniciante 

1º Alessandro Rodrigo Weirich / Gabriela Lis Weirich, 249 pontos perdidos

2º Rafael Labhart / Luis Alberto Scarati Júnior, 259 pontos perdidos

3º Agostinho Hillebtrand / Fabio Augusto Conte, 291 pontos perdidos

4º Binicius Parizotto Gustman / Felipe Tavares, 334 pontos perdidos

5º Marcelo Vandresen / Paulo Roberto de Oliveira Júnior, 2.478 pontos perdidos

 

Categoria Turismo Light 

1º Ricardo Luiz dos Santos / Gustavo Herdt Westrup, 329 pontos

2º Marco Brigagão Carraresi / Leonardo Framarim Carraresi, 346 pontos

3º Antonio Becchi / Roelson Emílio Kielek, 502 pontos

4º Diony Edney Tschoke / Cintia Maria Giese Tschoke, 2.259 pontos

5º Pedro Paulo Esmeraldino / Vinicius Esmeraldino, 3.644 pontos

 

 

* Classificação completa em www.transcatarina.com.br 

 

O 13º Transcatarina tem patrocínio de Santur, Governo de Santa Catarina, Hotel Renar, SFI Chips, Scherer Auto Peças, RH Brasil e Alfa Transportes

Apoio de Atacadão Pneus, Accert Transporte e Logística, DSTrac Performance 4x4, Grupo Gratt, Rede PMX - Posto Maçã, Orange Sun, Guinchos Fixxar, 3RS Confecções, FD Stands e Displays, Lave Bem Lavanderia, Santa Prev Saúde, Auto Elite VW, Cervejaria Holzbier, Prefeitura de Fraiburgo, Prefeitura de Caçador, Prefeitura de São Joaquim, Prefeitura de Lages e Prefeitura de Tubarão

Realização: Caçador Jeep Clube

Fale conosco
Fale conosco pelo WhatsApp