Das trilhas para os bastidores: competidores que incentivam o rali de regularidade

publicado em: 06/04/2017

 De competidores a apoiadores. No Transcatarina é comum os participantes assumirem mais responsabilidades, além de competir e vencer. Eles injetam sangue para a continuidade de grandes eventos que dão credibilidade ao off-road nacional

 

O piloto Marcio Ruckl - atual campeão da categoria Graduados do Transcatarina - é o mais novo apoiador do evento. Empresário do ramo moveleiro, após tantas experiências memoráveis na competição, em 2017 ele também passa a ser um dos apoiadores do rali e fomentador do esporte off-road. A nona edição do evento será realizada nos dias 11 e 15 de julho, entre as cidades de Fraiburgo e Itajaí, passando por Canoinhas e Rio Negrinho. 

Proprietário da Herli Móveis, a empresa está no mercado há 20 anos produzindo e exportando móveis para a Europa. Em 2009, iniciou a venda de móveis sob medida, com forte atuação em Curitiba, PR, e Litoral Catarinense, por meio da marca Le Mani Mobília. "Existem dois fatores que nos destacam. O primeiro é que fazemos parcerias com arquitetos, acompanhando e executando suas ideias. Isso surpreende o cliente. O segundo é que sempre procuramos novidades ao que se refere a ferragens, pinturas e tendências de materiais", apontou ele, que continuou. "Outro ponto é o cumprimento de prazos de entrega. Somos fiéis a tudo o que combinamos, o que reforça a nossa imagem e nos gera credibilidade".

De acordo com Marcio, os colaboradores da Herli Móveis trabalham com dedicação, em busca de novidades para proporcionar aos clientes o máximo de satisfação na entrega final do projeto. Para mais informações,
acesse o site www.lemanimobilia.com.br

O lado competidor

O piloto compete deste a primeira edição ao lado do filho, Márcio Ruckl Júnior, e garante que privilégio maior que este não há. "Participar de um evento como o Transcatarina, tendo o filho como navegador é uma oportunidade que poucas pessoas têm, afinal, este convívio no esporte, nos deixa ainda mais próximos e amigos. Se obtemos um bom desempenho nas etapas, nós nos divertimos; se algo dá errado, nós nos divertimos ainda mais", contou Márcio. 

Só o fato de participar do Transcatarina é algo que traz muita satisfação à dupla de pai e filho, pois segundo eles, ao final de cada edição as forças estão renovadas e, independente do resultado conquistado, motiva-os a se inscrever para o próximo ano. "São muitos amigos que revemos, diversas histórias que contamos, estradas que percorremos e tudo em um clima bastante descontraído... Realmente, um Horizontes sem Limites", salientou o piloto. 

A dupla é de Rio Negrinho, local onde está instalada a fábrica de móveis. Por este motivo, Marcio afirma que quando a prova se aproxima desta região, aumenta também a pressão em cima deles, afinal, existem vários amigos que acompanharão a chegada do certame, e os querem ver no pódio. "Isso faz com que nossa atenção redobre, o que torna o dia de disputa mais emocionante ainda", explicou . 

A cada ano o Transcatarina mostra sua força, fato comprovado pela facilidade como rapidamente se esgotam as vagas. "A dedicação e preocupação dos organizadores são facilmente notadas pelos competidores e, na minha opinião, esse compromisso faz do evento o que ele é hoje. E isso me motivou também a ser um apoiador do Transcatarina 2017", encerrou.

Fale conosco
Fale conosco pelo WhatsApp