5º Rally Transcatarina: a cada ano se superando e conquistando paixões

publicado em: 21/07/2013

 

Terminou neste sábado, a quinta edição do Rally Transcatarina. A cidade de Balneário Camboriú recepcionou os competidores embaixo de muita chuva. Foi para lavar a alma!

 

Sol ou chuva, não importa. Nada tirou a empolgação e o desejo de comemorar a chegada de mais uma edição do Rally Transcatarina. Para atravessar o pórtico final, uma fila de 155 carros se formou na orla da Barra Sul, em Balneário Camboriú, SC. Eis o momento mais esperado do evento, aquele onde todos podem extravasar a alegria e comemorar bastante, independente do resultado. Terminar o Rally Transcatarina já é uma vitória.

A competição partiu de Fraiburgo no dia 18, e depois de 800 quilômetros chegou ao litoral. As outras cidades sedes foram: Timbó Grande, Canoinhas, Mafra, Rio Negrinho e Guaramirim - estas estrearam na história do evento. O terceiro e último dia teve 130 quilômetros de especial - trecho cronometrado -, que adentrou zonas de reflorestamentos de pinus e eucaliptos. Depois, a planilha levou os participantes para uma área de mineração, onde a principal característica foi o terreno arenoso.

Embora não tenha chovido, o piso anda estava molhado. Os carros continuaram patinando e foi difícil manter a máquina na trilha. Até o último minuto, concentração de piloto e navegador foi fundamental, além de força no braço. Força, principalmente, nas áreas onde os laços e pegadinhas apareceram... E foram muitos!

E em Guaramirim, o público assistiu de perto o Rally Transcatarina. A disputa continuou no centro da cidade, em um percurso de 900 metros, com várias curvas e piso liso.

Na soma dos três dias, os grandes campeões

Na categoria Super Máster, a competitiva estava bem acirrada. Apenas dez pontos de diferença separavam os líderes, Daniel Maffi e Enedir da Silva Júnior, de Acyr Hideki da Silva e Renan Medeiros. Porém, mais três duplas ainda tinham chances de vitória. Então, após a conclusão do terceiro dia, na soma da pontuação, os campeões foram Hideki e Medeiros. "Eu participei de todos os Transcatarinas e este foi o primeiro que eu cheguei na final brigando pelo título. Estou muito emocionado, pois ser campeão deste rali é um sonho. Os meus adversários tem alto nível técnico, são muito precisos e a disputa é sempre parelha. É uma felicidade indescritível", comemorou o piloto. Os vice (pelo segundo ano consecutivo) foram Daniel Maffi e Enedir Silva Júnior, e em terceiro lugar, Rone Branco e Jhonatan Ardigo.

Na Graduados, Vinicius Lustosa Polati e Marcos Fernando Evangelista lideraram a competição, vencendo dois dos três dias de evento. "Foi uma grande surpresa este resultado. Hoje foi um dia muito difícil para nós, mas deu tudo certo. Agora, a responsabilidade aumenta para o ano que vem, estaremos aqui de novo", enfatizou Polati. Na sequência, vieram Edson Pereira Schebeski e Alexandre Willian Dalssoto, e Leandro Gasparetto e Vilson Ferreira, em segundo e terceiro lugares, respectivamente.

A Júnior foi a categoria mais disputada de todas. Duas duplas iniciaram a etapa derradeira empatadas: Marcos Gustavo Francio e Bruno Rozalen Tesser, e Eduardo Schvambach e Júlio Cesar Maba Floriani. Na busca da maior pontuação na etapa final, por uma diferença de quatro pontos, Schvambach e Floriani soltaram o grito de campeão. "Em 2014, nós voltaremos. É muita emoção, principalmente porque nos preparamos apenas com um mês de antecedência. Estamos focados e continuaremos", afirmou Schvambach. Em terceiro, ficaram Claudemir Hubner e Ana Madalozzo Hubner.


A alegria de quem vem só para passear

As categorias Turismo Light e Turismo Adventure reúnem uma turma que gosta de explorar novos lugares. A primeira segue por trilhas com grau de dificuldade leve, onde os passeios são mais tranquilos, com paradas para conhecer pontos turísticos e apreciar a paisagem.

Já a Adventure é procurada por aqueles que querem viver emoções mais fortes. Estrada com obstáculos mais exigentes, onde todo o seu potencial off-road e o espírito de companheirismo será colocado em prática.

"Gostamos de todos os dias, tivemos muita lama, obstáculos com níveis de dificuldade elevados, como subida longa. Foi bastante diferente dos anos anteriores e já concluímos nossa quarta participação. Essa última trilha foi a nossa preferida, a mais pesada", contou o piloto Sidney Petroski, que seguiu no comboio na companhia de Amarildo Pedro da Silva. "Um momento inusitado foi um jipe tombado, que não pensamos duas vezes e fomos ajudar. Agradecemos a equipe de apoio que nos conduziu nessa aventura e nos surpreendeu novamente .

Seja lá qual for o objetivo, o Rally Transcatarina agrada a todos os gostos. E no ano que vem, tem mais!


Classificação - 5º Rally Transcatarina

3º dia - Rio Negrinho/Guaramirim/Balneário Camboriú

Categoria Super Máster


1º Flávio Roberto Kath/Rafain Walendowsky - Blumenau, SC - 97 pontos perdidos
2º Acyr Hideki Rodrigues da Silva/Renan Medeiros - Corupá, SC - 94 pontos perdidos
3º Daniel Maffi/Enedir Silva Júnior - Chapecó, SC - 90 pontos perdidos
4º Rone Branco/Jhonatan Ardigo - Curitiba, PR - 88 pontos perdidos
5º Márcio Ruckl/Márcio Ruckl Júnior - Rio Negrinho, SC - 82 pontos perdidos


Categoria Graduados

1º Roberto Garcia/Rafael Prada - Jaraguá do Sul, SC - 106 pontos perdidos
2º Juliano Cesar Borges/Edson Roberto Schmidt - Corupá, SC - 81 pontos perdidos
3º Leandro Gasparetto/Vilson Ferreira - Joinville, SC - 78 pontos perdidos
4º Cassius Gilberto Gonçalves/Eduardo Felipe Finta - Jaraguá do Sul, SC - 74 pontos perdidos
5º Igor Ditzel Kritski/Everson Marciano Fernandes - Cascavel, PR - 71 pontos perdidos


Categoria Júnior

1º Eduardo Schvambach/Júlio César Maba Floriani - Jaraguá do Sul, SC - 103 pontos perdidos
2º Francklin Pscheidt/Fernando Santana Torquato - São Bento do Sul, SC - 92 pontos perdidos
3º Marcos Gustavo Francio/Bruno Rozalen Tesser - Caçador, SC - 91 pontos perdidos
4º Claudemir Hubner/Ana Madalozzo Hubner - Caçador, SC - 83 pontos perdidos
5º Eduardo Szabunia Neto/Wilson Reichwald - Rio Negrinho, SC - 75 pontos perdidos


Classificação Geral - 5º Rally Transcatarina

Categoria Super Máster


1º Acyr Hideki Rodrigues da Silva/Renan Medeiros - Corupá, SC - 240 pontos
2º Daniel Maffi/Enedir Silva Júnior - Chapecó, SC - 235 pontos
3º Rone Branco/Jhonatan Ardigo - Curitiba, PR - 220 pontos
4º Flávio Roberto Kath/Rafain Walendowsky - Blumenau, SC - 219 pontos
5º Leandro Moor/Wagner Hirt Marques - Apucarana, PR - 205 pontos

Categoria Graduados

1º Vinicius Lustosa Polati/Marcos Fernando Evangelista - Curitiba, PR - 215 pontos
2º Edson Pereira Schebeski/Alexandre William Dalssoto - Ponta Grossa, PR - 211 pontos
3º Leandro Gasparetto/Vilson Ferreira - Joinville, SC - 197 pontos
4º Juliano Cesar Borges/Edson Roberto Schmidt - Corupá, SC - Corupá, SC - 181 pontos
5º Alessandro Rodrigo Weirich/Leandro Macedo Ferreira - Curitiba, PR - 167 pontos

Categoria Júnior

1º Eduardo Schvambach/Júlio César Maba Floriani - Jaraguá do Sul, SC - 227 pontos
2º Marcos Gustavo Francio/Bruno Rozalen Tesser - Caçador, SC - 223 pontos
3º Claudemir Hubner/Ana Madalozzo Hubner - Caçador, SC - 205 pontos
4º Eduardo Szabunia Neto/Wilson Reichwald - Rio Negrinho, SC - 202 pontos
5º Francklin Pscheidt/Fernando Santana Torquato - São Bento do Sul, SC - 187 pontos 

 

O 5º Rally Transcatarina tem patrocínio de Ensimec, Hankook Pneus, Hotel Renar, Troller Veículos Especiais S.A, Santur, Petrobras e Governo Federal

Apoio de Infinity Blue, Trilha SC, Ativa, Grafimax, RH Brasil, Prefeitura Municipal de Balneário Camboriú, Prefeitura Municipal de Rio Negrinho, Prefeitura Municipal de Fraiburgo, Prefeitura Municipal de Canoinhas, Prefeitura Municipal de Guaramirim, Prefeitura Municipal de Mafra, Prefeitura de Timbó Grande, Governo do Estado de Santa Catarina, Funturismo e Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte

Realização: SC Racing

Supervisão: CBA e FAUESC

Fale conosco
Fale conosco pelo WhatsApp