Rally Transcatarina: homens são de Marte e as mulheres das trilhas

publicado em: 26/06/2013

"Rali não é esporte para mulher". Engana-se quem concorda com essa afirmação. No Rally Transcatarina cerca de 30 mulheres provarão que entendem tudo do esporte

 

26 de junho de 2013 - Certamente quem disse que lugar de mulher é na cozinha, não conhece as guerreiras do off-road. Só na 5º edição do Rally Transcatarina, que acontecerá de 17 a 20 de julho, entre as mais de 160 duplas, serão quase 30 participantes mulheres, entre pilotos e navegadoras.

O número de inscritas mostra que a delicadeza feminina está mudando o contexto do universo off-road - até pouco tempo, dominado pelo sexo masculino. A capacidade dessas guerreiras estará em observação no decorrer de três dias de certame e aproximadamente 800 quilômetros de prova que adentrarão estradas de terra e trilhas com os mais diversos obstáculos fora-de-estrada.

A largada da competição será em Fraiburgo e a chegada em Balneário Camboriú, SC. Outras cidades sedes são: Timbó Grande, Canoinhas, Mafra, Rio Negrinho e Guaramirim. O preconceito e o medo de perder para uma mulher ainda existem, entretanto, grande parte dos homens já superaram esse machismo.

Exemplo disso é Rogério Augusto Franciosi, que forma dupla com a esposa, Ilca Nunes Franciosi. Ele pilota, ela navega. "O trabalho do navegador é 50% (ou mais) da competição, e ela faz isso muito bem, até porque as mulheres são mais dedicadas e se preocupam com os pequenos detalhes. Procuram atingir mais a perfeição", afirmou Franciosi.

Tal é este grau de confiança na competência feminina, que o espaço ocupado por elas dentro do carro está cada vez maior, e é possível encontrar o "sexo frágil" na pilotagem. Este é o caso de Bruno e Talita Lindemann, da categoria Júnior. "A Talita tem desenvolvido bem e se destacado na função de piloto. As mulheres tem uma preocupação maior em preservar o equipamento. No ano passado, fizemos 15 corridas e a única que eu dirigi, bati o veículo, enquanto as outras 14 pilotadas por ela, o 4x4 se manteve intacto", comentou Bruno.

Agora é só esperar e conferir o desempenho dessas mulheres que competirão com garra e de igual para igual com os homens, para mostrar que lugar de mulher é no carro e nas trilhas.

Presenciando a mudança a cada ano

Quem poderá comprovar essa realidade do Rally Transcatarina, é a população da cidade de Balneário Camboriú, que acompanha o evento desde a primeira edição. "O Rally Transcatarina cresce a cada temporada e nossa expectativa é que continue evoluindo e atraia cada vez mais participantes de todo o Brasil", declarou o superintendente da Fundação Municipal de Esportes (FMEBC), Sandro Bernardoni, que completou: "Balneário Camboriú é uma cidade turística que acredita no turismo esportivo, e devido ao seu potencial, apoia o Rally Transcatarina".

Roteiro - 5º Rally Transcatarina

17 de julho - Prológo em Fraiburgo
18 de julho - Fraiburgo - Timbó Grande - Canoinhas
19 de julho - Canoinhas - Mafra - Rio Negrinho
20 de julho - Rio Negrinho - Guaramirim - Balneário Camboriú

O 5º Rally Transcatarina tem patrocínio de Ensimec, Hankook Pneus, Hotel Renar, Troller Veículos Especiais S.A, Santur, Petrobras e Governo Federal


Apoio de Infinity Blue, Trilha SC, Ativa, Grafimax, Prefeitura Municipal de Balneário Camboriú, Prefeitura Municipal de Rio Negrinho, Prefeitura Municipal de Fraiburgo, Prefeitura Municipal de Canoinhas, Prefeitura Municipal de Guaramirim, Prefeitura Municipal de Mafra, Governo do Estado de Santa Catarina, Funturismo e Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte


Realização: SC Racing


 

Supervisão: CBA e FAUESC

Fale conosco
Fale conosco pelo WhatsApp