Foi dada a largada para o 1º Rally Estado de São Paulo

publicado em: 28/11/2012

 

Às 15h01 foi iniciado o 1º Rally Estado de São Paulo. Com largada da Praça da Igreja Matriz, competidores realizaram um prólogo de 12 quilômetros, que já deu indícios de como serão os próximos dias de competição

 

Sinal verde para o 1º Rally Estado de São Paulo. Com Sol a pino, em torno de 36 graus, pilotos e navegadores cruzaram o pórtico rumo a uma disputa que entrará para a história. No município de São Pedro, SP, veículos de diversas marcas, modelos e cores atraíram a atenção da população; uma organização que surpreendeu as pessoas que presenciaram este importante marco para o rali nacional. O evento segue até o dia 01 de dezembro, com chegada em Itu, SP.

De lá, os participantes seguiram para o prólogo - tomada de tempo que definiu a ordem de largada para a primeira etapa do certame. Segundo o diretor de prova, Deco Muniz, o percurso de 12 quilômetros foi levantado dentro de um canavial, com piso de terra fofa (ora lisa) e sem muitos obstáculos. O percurso tinha muitas curvas (cotovelos e 90 graus), entretanto, as referências não eram próximas. 

Na Super Máster, os melhores foram Daniel Maffi e Enedir Silva Júnior e serão o "abre trilha"."Terminamos essa fase sem a mínima noção de rendimento ou resultado. Foi um prólogo de alta velocidade, com médias horárias bem justas. O 1º Rally Estado de São Paulo começou bem e já deu um demonstrativo do que está por vir. Tinha que ser tudo moderado, um excesso sequer da pilotagem já comprometeria o resultado... Este começo foi sensacional", descreveu o navegador Enedir. Em segundo lugar ficaram Otavio e Allan Enz, seguidos por Flávio Kath e Rafain Walendowsky.

Entre os Graduados, a atenção de Renan Medeiros e Rafael Prada fez a diferença. "O terreno arenoso chamou a atenção, pois parecia que a areia segurava o carro. Mas é assim mesmo, temos que nos adaptar às características de cada lugar", contou Medeiros. Eles foram seguidos por Rogério Gonçales e Rodrigo Juliano Borges.

E na Júnior, os primeiros a entrar no trajeto serão Marcelo Prevideli e Carlos Laércio Knopp, na segunda posição ficaram Davi Gonçalves e Fred Macedo, seguidos por Aury Stroher e André Luiz Lenger. "Serviu para nos adaptar ao terreno, que não estamos acostumados. Nós nos saímos bem, como o esperado e foi bem satisfatório. A organização é maravilhosa e a expectativa só aumentou", declarou Prevideli.

Nesta quinta-feira (29), os off-roaders largarão às 09h01, do Hotel Colina Verde - QG do 1º Rally Estado de São Paulo desde o dia 26 de novembro. O primeiro dia de disputa segue para Rio das Pedras, com parada para almoço. De lá, a caravana ruma para Sumaré, SP. A chegada será na Praça das Bandeiras, a partir das 14h30. O percurso terá aproximadamente 150 quilômetros, passando pelo distrito de Artemis e Capivari. 

Resultado - Prólogo

Super Máster


1º Daniel Maffi e Enedir Silva Júnior, 91 pontos perdidos
2º Otávio Enz e Allan Enz, 94 pontos perdidos
3º Flávio Kath e Rafain Walendowsky, 100 pontos perdidos
4º Fernando Lage e Rafael Dal Bello, 101 pontos perdidos
5º Wander de Almeida Filho e Breno Rezende, 134 pontos perdidos
6º Silvio Grotkowski e Sandra Grotkowski, 158 pontos perdidos
7º Paulo Roberto dos Santos e Carlos Henrique Bevilaqua, 175 pontos perdidos
8º Anatalicio Fagundes e Camilo Turcatto, 176 pontos perdidos
9º Leandro Pereira Moor e Wagner Hirt Marques, 201 pontos perdidos
10º Fábio de Lima Carvalho e Claudio Roberto Flores, 292 pontos perdidos
11º João José Carneiro de Mendonça e Ugo Bubani, 351 pontos perdidos
12º Marcio Schlindwein e Gustavo Schmidt, 2.973 pontos perdidos


Graduados

1º Renan Medeiros e Rafael Prada, 81 pontos perdidos
2º Rogério Gonçales e Rodrigo Juliano Borges, 84 pontos perdidos
3º Arno José de Melo e Maurício José de Melo, 128 pontos perdidos
4º Denis Schiozer e Alberto Santos, 150 pontos perdidos
5º Waldomiro Veiga e Luis Carlos Zanotti, 175 pontos perdidos
6º Acácio Arruda Júnior e Leonardo Quinonez, 182 pontos perdidos
7º Luciano Stedile e Roberto Spessato, 183 pontos perdidos
8º Eduardo Rossi e Rogério Coelho, 192 pontos perdidos
9º José Carlos da Silva e Marciel Henrique Duarte, 219 pontos perdidos
10º Fernando Leiras e Ivo Mayer, 241 pontos perdidos
11º Alexandre Breckenfeld e Cássia Chagas, 255 pontos perdidos
12º Olney Lamas Júnior e Giovani Hostalacio, 505 pontos perdidos
13º Carlos Henrique Rocha e Edgard Soster, 825 pontos perdidos
14º Diógenes Valadares e Fabiano Bonafe, 24.131 pontos perdidos

Júnior

1º Marcelo Prevideli e Carlos Laercio Knop, 163 pontos perdidos
2º Davi Gonçalves e Fred Macedo, 226 pontos perdidos
3º Aury Stroher e André Luiz Lenger, 394 pontos perdidos
4º Dilvan Simioni e André Luís Sabi, 692 pontos perdidos
5º Evaldo Schulze e Claudemir Hubner, 7.148 pontos perdidos
6º Renato Kahn e Gilse de Araújo, 15.240 pontos perdidos
7º Edson Ziolkowski e Roberto Frey, 17.879 pontos perdidos
8º Murilo Farias Santos e Vinicius Farias Santos, 36.645 pontos perdidos
 

Fale conosco
Fale conosco pelo WhatsApp