Balaios e velocidade marcarão o segundo dia do 4º Transcatarina

publicado em: 16/05/2012

 

Largada de um dos maiores ralis de regularidade do país será no dia 18 de julho e a prova cortará o estado da Serra Catarinense ao litoral. Restam apenas 30 vagas.
 
 
 
Os preparativos para a quarta edição de um dos eventos que atrai centenas de competidores de todo o Brasil estão praticamente prontos. O diretor técnico da SC Racing, Wagner Souza, já está planilhando todo o percurso, que terá em média 800 quilômetros. O 4º Transcatarina terá duração de quatro dias e esta será a edição mais difícil de todos os anos.
 
A afirmação dada é do próprio Wagner, que nesta semana adiantou detalhes sobre o segundo dia de provas. As etapas três e quatro serão entre Lages e Rio do Sul, passando no meio do dia por Otacílio Costa. O perfil das trilhas neste caminho será em algumas partes parecido com o do primeiro dia: técnico, principalmente por causa da liberação de fazendas: “Conseguimos excelentes propriedades neste ano, locais que nas edições passadas estavam fechados devido ao manejo das companhias florestais e agora estão todas liberadas. O pessoal pode esperar bastante trabalho, com muitos balaios, mudanças de médias de velocidade, cruzamentos duvidosos e outras médias mais justas para testar a habilidade das duplas ao máximo”, conta Wagner.
 
O trajeto deste segundo dia irá percorrer do planalto catarinense ao Alto do Vale to Itajaí, descendo pela Serra do Serril. O caminho passará por fazendas de reflorestamento de pinus e sítios pequenos, de acordo com o diretor técnico da SC Racing. Outro fator extra pode deixar o rali ainda mais emocionante, segundo Wagner: “Frio é o que teremos, com certeza, mas se não chover vai ser legal. Porém, se chover, vai ser legal do mesmo jeito! Nosso planejamento é que a trilha funcione bem com chuva, sol ou até mesmo neve!”.
 
Vale ressaltar que todas as mudanças feitas pela empresa responsável pelo Transcatarina são baseadas em pesquisas feitas com os próprios competidores. “Estamos no quarto ano deste evento e acredito que com a experiência adquirida e seguindo as sugestões, conferindo o que o pessoal gosta e não gosta nas provas, vamos cada vez mais formatando o rali para agradar os competidores”, finaliza Wagner.
 
Dupla de São Paulo está preparada para todos os dias
 
Em 2011, Diógenes Castro Alves e Fabiano Bonafe saíram da capital paulista, andaram cerca de 700 quilômetros até Fraiburgo, participaram do prólogo, largaram no dia seguinte, mas tiverem seu primeiro Transcatarina interrompido ali. A dupla da categoria Graduados teve problemas mecânicos com o carro em que disputavam e voltaram mais cedo pra casa. Mas agora eles estão com tudo pronto e preparados para irem até o fim no 4º Transcatarina.
  
Mesmo com poucos quilômetros de experiência no rali, o piloto Diógenes acredita que a dupla dá conta do recado: “A gente chegou entusiasmado em 2011! Pena o que ocorreu, mas acho que conseguimos terminar o Transcatarina deste ano entre os dez melhores. Eu e o Fabiano andamos juntos há quatro anos, nosso entrosamento é bom, o carro está revisado, ou seja, temos chances de conquistar a meta e boas condições de enfrentar os concorrentes”.
 
O navegador concorda com o argumento de seu piloto, mas considera outro grande desafio: “Aqui em São Paulo não temos tantos campeonatos ao longo do ano como no sul do país e isso nos prejudica em relação a treinamento. Conheço algumas duplas concorrentes inscritas e sei que o nível técnico das equipes sobe muito a cada ano. Pelo que percebi em 2011 e vendo alguns vídeos, sei que temos condições de ficarmos entre os dez melhores. Vai ser difícil com as médias altas, trechos rápidos e se chover aumenta a competitividade, mas vamos determinados!”.
 
Até agora, o 4º Transcatarina conta com a presença de duplas de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia e Rio de Janeiro. Restam apenas 26 vagas para todas as categorias (Super Master, Graduados, Junior, Jeep, Turismo Adventure e Turismo Light). Para se inscrever acesse www.transcatarina.com.br.
  
O Transcatarina tem o patrocínio: Ensimec, Hotel Renar, Troller, Santur e Hankook Pneus.
 
Apoio: Prefeitura de Balneário Camboriú, Prefeitura de Lages, Prefeitura de Rio do Sul, Prefeitura de Fraiburgo, Prefeitura de Apiúna, Lave Bem Lavanderia, Recanto das Águas Resort e Spa, Grafimax, Revista Planeta Off Road, Posto Brasília/Ipiranga, Ativa Comunicação, ATF Embreagens, Astra Embreagens, Reunidas, Megaforth, Governo do Estado de Santa Catarina, Funturismo e Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte.
 
Supervisão: Fauesc. Realização SC Racing em parceria com o Jeep Clube de Blumenau.
 
 
 
Por: Caroline de Paula
Fotos: Junior Almeida

 

Fale conosco
Fale conosco pelo WhatsApp