Noticias

9º Transcatarina: à moda balaio, os campeões foram definidos

publicado em: 15/07/2017

 O Transcatarina não é uma promessa... É uma realidade na qual aqueles que têm perseverança seguem na mesma direção com a planilha na mão. A festa de encerramento foi em Itajaí, no Centreventos Governador Luiz Henrique da Silveira

 

A SC Racing não brinca em serviço e mostra que é possível sempre incrementar algo que já faz muito sucesso. Depois de percorrer aproximadamente 700 quilômetros, o 9º Transcatarina chegou às 14h deste sábado, 15, na cidade de Itajaí, que pela segunda vez consecutiva recebe o evento. A largada foi realizada em Fraiburgo, no dia 13, com pernoites em Canoinhas e Rio Negrinho. Estiveram alinhados neste grid, 243 carros distribuídos nas categorias Máster, Graduados e Turismo (de competição), e Passeio Radical e Adventure (de aventura). 

 

Em 2017, a SC Racing – organizadora do Transcatarina – deu uma aula de pós-graduação para pilotos e navegadores sobre balaios e pegadinhas. Como teste final, no terceiro dia de prova foram aplicados 120 balaios, elaborados com técnica e estratégia (a planilha final teve 150 páginas com 1.600 tulipas). 

 

O roteiro iniciou no Autódromo Municipal Lourenço Schreiner, em São Bento do Sul, SC – onde as equipes já viveram 8,5 quilômetros de forte adrenalina, em laços que os levaram de um lado para o outro. Os motores dos 4x4 foram exigidos, com retomadas de velocidade a todo instante. 

Mas a “cereja do bolo” ainda estava por vir... Foi na Mineração Veiga que o “bicho pegou”, com balaios que deixaram os navegadores atordoados. Toda a concentração foi pouca, nas leituras das referências (sempre bem próximas), no raciocínio rápido e na ousadia para manobras mais arrojas (e eficazes), em terreno arenoso. 

 

Estreia na melhor escola 

 

A dupla feminina formada pela piloto Sara Castanheira Fernandes e a navegadora Paula Andrea Franco Acuna participou pela primeira vez do Transcatarina e, além de realizarem um sonho antigo, elas fizeram desta edição uma grande escola para a carreira delas no esporte. “Sabe quando a mãe vai buscar o filho no colégio e ele não quer ir embora? Foi isto que aconteceu conosco, tudo o que vivemos nesses dias foi sensacional; nós erramos e acertamos, e saímos daqui fortalecidas, prontas para a próxima. Além disso, os demais competidores nos receberam de braços abertos e isso nós agradou ainda mais. Desde o momento em que decidimos participar, o Edson nos incentivou a não ter medo e encarar as dificuldades”, comentou a piloto. A navegadora Paula definiu: “Para nós, o Transcatarina foi uma escola”.  

 

Nesta oportunidade, elas buscaram aprender o máximo possível – com os adversários (e amigos) e junto a organização do certame. Mesmo não conquistando pódio, elas fecharam o Transcatarina 2017 com os dois melhores prêmios que alguém poderia obter: o conhecimento e a prática. Para o próximo ano, Sara e Paula prometeram voltar e subir mais degraus dentro do mundo off-road. 

Para pegar o diploma 

 

Neste sábado, sete veículos se somaram a caravana pela categoria Amigos do Rally. Os vencedores foram Maurício Barkema e Gilberto Marcowicz, seguidos por Sandro Ivan Erzinger e Nilton de Andrade Neto, e Fábio Amorim Torquato e Welliton Luan Scotti, na segunda e terceira posições. 

Na Máster, os melhores do dia foram Paulo Roberto de Goes e Jhonatan Ardigo. Em segundo lugar ficaram Oscar José Schmidt e Gustavo Schmidt, e em terceiro, Flávio Roberto Kath e Rafain Walendowsky.

 

Entre os Graduados, os mais regulares foram Marcelo Prevideli e Rafael Augusto Avelar e Pinto, com Francklin Pscheidt e Fernando Torquato, e Juvenil Sampaio de Souza e Robson Schuinka, nas segunda e terceira posições, respectivamente. 

 

A dupla Adinirso Ferreira de Siqueira e Guilherme de Souza Siqueira faturou na Turismo. Na segunda colocação vieram Sandra Dias e Minae Miyauti, e na terceira, Lenoir Paza e Michael da Silveira Masson. 

 

Os oradores da turma 

Todos os participantes foram muito bem ao longo do Transcatarina. Ao aceitarem este desafio e concluírem essa jornada intensa, já mostraram a vocação e determinação de cada dupla para o sucesso! Mas, somente um pode falar por todo mundo, e geralmente, estes são os melhores alunos. 

 

Assim, com um desempenho impecável, Marnes Alexandre Floriani e Cristian Mueller sagraram-se campeões do 9º Transcatarina, com 99 pontos. Eles venceram duas etapas (mais o prólogo) e abriram vantagem suficiente para largar para a última prova apenas para administrar o resultado. “Oito anos participando deste evento e finalmente conquistamos esse prêmio tão cobiçado. Amanhã acordarei sem acreditar que somos os vencedores desta edição, além disso, queria dedicar essa vitória há vários amigos, alguns que não estão mais entre nós e aos meus familiares”, disse Floriani. 

 

Na Graduados, Francklin Pscheidt e Fernando Torquato, que após várias edições treinando faturaram o primeiro lugar. “Esta vitória é um resultado de anos de dedicação. Levar este troféu para casa é um sonho antigo da dupla e hoje conseguimos”, salientou Pscheidt que acrescentou um grito de guerra de sua cidade. “Dá-lhe São Bento”. 

 

E na Turismo, Lenoir Paza e Michael da Silveira Masson subiram ao topo do pódio e soltaram o grito da vitória. “É uma emoção enorme ganhar esse título, pois é um campeonato de alta competitividade. Mantivemos a concentração e representamos bem Santa Catarina. Agora, subiremos de categoria, vamos para a Graduados”, enalteceu o piloto. A dupla é de Capinzal/Piratuba, SC. 

 

Adventure: quanto mais sujo melhor

 

Por volta das 17h, os grupos da categoria Adventure e Passeio Radical aportaram em Itajaí, com os carros completamente sujos de lama. Eles fecharam o Transcatarina com uma alegria contagiante. “Encontramos nesta edição, tudo o que uma boa trilha deve ter”, falou o piloto Anderson Veronez Pereira, que teve a companhia da esposa Adriana Muniz Domingues, na Adventure 1. 

 

A categoria Adventure adentrou fazendas particulares com matas bem fechadas de plantações de pinus, grandes erosões, pedras e muita lama, além de travessias de rios e riachos que fez a diversão desses off-roaders e deixou tudo mais emocionante. “Todos os anos, a maioria dos participantes são do Sul do País, mas este ano havia grupos do Nordeste e Sudeste que entraram para a nossa família. Isso foi sensacional”, salientou o diretor técnico da Adventure 3, Alexandre da Silva. 

 

Vem aí os 10 anos

 

O Transcatarina 2017 registrou momentos que marcam a vida das pessoas. São verdadeiras demonstrações de esforço físico e mental em busca de um objetivo, superação de limites, aonde lidar com o lado psicológico talvez seja o obstáculo mais difícil de ser superado.

Agora, abriu-se a contagem regressiva para os dez anos de Transcatarina. Se 2017 foi bom, que não haja dúvidas de que 2018 será ainda melhor! O 10º Transcatarina virá com muitas surpresas para a nação 4x4.  

 

Classificação – Terceiro dia do 9º Transcatarina 

Categoria Máster

1º Paulo Roberto de Goes e Jhonatan Ardigo, 46 pontos

2º Oscar José Schmidt e Gustavo Schmidt, 43 pontos

3º Flávio Roberto Kath e Rafain Walendowsky, 36 pontos

4º Marcio Ruckl e Marcio Ruckl Júnior, 33 pontos

5º Eduardo Moser e Idali Bosse, 31 pontos 

 

Categoria Graduados

1º Marcelo Prevideli e Rafael Augusto Avelar e Pinto, 42 pontos

2º Francklin Pscheidt e Fernando Torquato, 40 pontos

3º Juvenil Sampaio de Souza e Robson Schuinka, 34 pontos

4º Everton Gratt e Wesley Sari, 31 pontos

5º Alexandre Menezes Ferreira e Marcelo Almada Coelho Ritter, 27 pontos 

 

Categoria Turismo

1º Adinirso Ferreira de Siqueira e Guilherme de Souza Siqueira, 39 pontos

2º Sandra Dias e Minae Miyauti, 37 pontos

3º Lenoir Paza e Michael da Silveira Masson, 33 pontos

4º Denilson Bonfanti e Leandro José Machado, 30 pontos

5º Wivalde Jonas Liebl e Adimar Diego Mühlbauer, 29 pontos 

 

Categoria Amigos do Rally

1º Maurício Barkema e Gilberto Marcowicz, 49 pontos

2º Sandro Ivan Erzinger e Nilton de Andrade Neto, 43 pontos

3º Fabio Amorim Torquato e Welliton Luan Scotti, 36 pontos

4º Sérgio Maurano e Adriana Maurano, 32 pontos

5º Jonatas Miglionini e Matias Grazziotin, 27 pontos 

 

Classificação final – Transcatarina 2017

 

Categoria Máster 

1º Marnes Alexandre Floriani e Cristian Mueller, 99 pontos

2º Paulo Roberto de Goes e Jhonatan Ardigo, 94 pontos

3º Flávio Roberto Kath e Rafain Walendowsky, 91 pontos

4º Oscar José Schmidt e Gustavo Schmidt, 88 pontos

5º Eduardo Moser e Idali Bosse, 87 pontos

 

Categoria Graduados

1º Francklin Pscheidt e Fernando Torquato, 98 pontos

2º Marcelo Prevideli e Rafael Augusto Avelar e Pinto, 81 pontos

3º Juvenil Sampaio de Souza e Robson Schuinka, 80 pontos

4º Rafael Brochier Cardoso e Tiago Poisl, 77 pontos

5º Everton Gratti e Wesley Sari, 75 pontos

 

Categoria Turismo

1º Lenoir Paza e Michael da Silveira Masson, 97 pontos

2º Denilson Bonfanti e Leandro José Machado, 85 pontos

3º Wivalde Jonas Liebl e Adimar Diego Mühlbauer, 84 pontos

4º Sandra Dias e Minae Miyauti, 83 pontos

5º Patrick Adriano Celesk e Felipe Pachewsky, 78 pontos

 

*veja a classificação completa no site www.transcatarina.com.br

 

O 9º Rally Transcatarina tem patrocínio de Hotel Renar, Hankook Pneus, Governo de Santa Catarina e Floriani Fibras. Apoio de Gatos & Atos, SFI Chips, WB 4x4, Lave Bem Lavanderia, Posto Maçã, Floripa Textil, Grupo Gratt, Trilha SC, Ekron Guinchos, Le Mani, Prefeitura Municipal de Fraiburgo, Prefeitura Municipal de Canoinhas e Prefeitura Municipal de Itajaí 
Supervisão: FAUESC 
Realização: SC Racing