Sinal verde para a Copa SC Racing e abertura de portas para novos competidores

publicado em: 19/03/2018

Com nove categorias diferentes, foi dada a largada para a Copa SC Racing. Quem gosta de um bom off-road não tem mais desculpas para ficar de fora desta aventura

 

Santa Catarina está em comemoração! Regressou ao calendário off-road a Copa SC Racing (antigo Rally SC), que apresentou um novo formato aos eventos de rali de regularidade. Neste último sábado (17), na cidade de São Bento do Sul foi realizada a etapa de abertura do campeonato 2018 que, devido a criação de categorias que permitem o acesso de veículos 4x2, superou todas as expectativas. 

 

Oitenta e três veículos estiveram alinhados no grid da Copa SC Racing, que teve largada às 10h, da Rua Jorge Lacerda. Foram pilotos e navegadores que, além de Santa Catarina, vieram do Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo e Distrito Federal, todos atraídos pelas categorias Máster, Graduado, Turismo, Novatos 4x4 , Pais e Filhos 4x4, e ainda, Universitário-Graduado, Universitário-Novato e Universitário-Família, e a categoria Cidade, que não pontua pelo campeonato. 

 

“O rali de regularidade já pedia por essa diversidade de categorias há muito tempo e, nós da SC Racing encontramos uma fórmula para viabilizar uma estrutura de forma que possamos receber diversos perfis de off-roaders, seja a bordo de um veículos 4x4 ou 4x2 sem preparação para fora-de-estrada”, falou o diretor geral da SC Racing, Edson João da Costa, que completou. “A resposta de que estamos no caminho certo foi uma primeira etapa com muitos carros; duplas formadas por familiares e amigos ávidos para viver da emoção do rali de regularidade. Estamos felizes, pois oferecemos uma oportunidade para que qualquer tipo de pessoa (e carro) viesse se divertir na Copa SC Racing”. 

 

Caminhos diferentes 

 

O desafio foi grande e exigiu muito trabalho da SC Racing, afinal, os caminhos que os veículos 4x4 percorreram, não poderiam ser os mesmos das categorias destinadas aos carros 4x2. Por isso, um roteiro de aproximadamente 75 quilômetros foi exclusivamente destinado as categorias Universitário-Graduado, Universitário-Novatos e Universitário-Família. Os competidores passaram por estradas vicinais que não apresentaram qualquer risco de quebra mecânica ou avarias. Foram 3 horas e 04 minutos de prova, que, privilegiaram as regiões mais lindas de Campo Alegre e São Bento do Sul.

 

Pela Universitário-Graduado, pai e filho, Luis Roberto Eckel e Luis Felipe Eckel, a bordo de uma Volkswagen Saveiro fizeram 32 pontos e foram os campeões. “Participo de ralis há mais de 25 anos, e agora viemos para uma categoria diferenciada a bordo de um 4x2. Foi um dia incrível, com uma prova prazerosa de se fazer”, disse Luis Roberto. Eles foram seguidos por Elaine Bayer Reichwald e Wilson Reichwald, e Basílio Pierri e Marlene Pierri, em segundo e terceiro lugares, respectivamente. 

 

Entre os participantes da Universitário-Novato os vencedores foram Leonardo Francisco Anton Júnior e Jaqueline Schneider, com 34 pontos. “Há quatro anos praticamos o esporte e começar o ano com um vitória dessas é gratificante. Destaco os lugares que passamos que foram muito bonitos, com cachoeiras, muitas flores etc”, contou Jaqueline. Na segunda posição vieram Ramona Katcheika Paloschi e Alessandro Barreiros Maurici, e em terceiro, Fernando Luis Schlickmann e Jonas Muchau. 

 

Na Universitário-Família, a dupla João e Aline Stal subiu ao topo do pódio. “O evento chamou atenção pela quantidade de pessoas que tiveram a oportunidade de competir em família, como pais e filhos, casais, enfim. Estamos com uma porta de entrada ao rali de regularidade interessante e que certamente formará grandes competidores”, analisou Aline. “O roteiro estava bem tranquilo, por estradas vicinais e sem obstáculos. Então, daqui pra frente é manter uma boa relação ‘piloto e navegador’, aprimorando a nossa comunicação e técnicas”, completou. Na segunda colocação vieram Jaison Charles e Maria Jucelia Bittencourt, seguidos por Evaldo e Luiza Schulze. 

 

Por caminhos de emoção 

 

Para as demais categorias Máster, Graduados, Turismo, Pais e Filhos, Novatos 4x4 e Cidade, a SC Racing entregou um percurso de 128 quilômetros que demandou uma disputa de 3 horas e 35 minutos. O trajeto passou pela Expoama e Autódromo do Moto Clube de São Bento e adentrou suas fazendas do interior de Campo Alegre. 

 

Na categoria Máster, os vencedores foram Leandro Moor e Claudio Flores, com 30 pontos. “O retorno da Copa SC Racing é muito importante; isso ajuda muito o nosso esporte, inclusive na divulgação. E fico muito honrado em prestigiar o retorno deste campeonato que, com certeza, será sucesso em 2018”, enalteceu Moor. “E por isso, não tínhamos melhor forma de iniciar o campeonato. A cada etapa a dupla se aperfeiçoa mais. Seguimos evoluindo e sempre aprendendo com os nossos erros. Isso é rali, persistência até o último segundo de disputa”. Em segundo lugar ficaram Acyr Hideki Rodrigues da Silva e Renan Medeiros, e Hamilton dos Santos Medeiros e Marcos Maia Panstein, em terceiro lugar. 

 

Diretamente do Rio Grande do Sul, o piloto Rafael Brochier Cardoso e Tiago Poisl mostraram que vieram à Santa Catarina para dar trabalho aos concorrentes. Eles foram os campeões da categoria Graduados com 30 pontos. “A prova de São Bento do Sul é sempre uma das melhores, pois a cidade é contemplada por todas as características de um bom rali de regularidade. Aceleramos por áreas fechadas, com navegação intensa e planilha técnica; as médias de velocidade estavam justas, mas sempre compatíveis com os trechos”, descreveu Poisl, que comemorou o resultado. “Agora é manter esse desempenho para a Copa. São quatro etapas muito difíceis, um campeonato acirrado. Mas buscaremos esse título no final”, afirmou. Na segunda colação ficaram Carlos Frederico Bauer e Alexandro da Silva, e em terceiro, Marcelo de Freitas Gouveia e Igor Quirrenbach de Carvalho.

 

Pela Turismo, Júlio Júnior e Leonardo Agustinho de Melo foram os mais regulares da etapa e subiram no primeiro lugar do pódio. “Com um campeonato regional surgem novas duplas no esporte, e ter um evento com categorias como a Novatos e Pais e Filhos para atrair novos competidores é muito bacana. A prova de São Bento do Sul foi muito técnica, com muitas mudanças de direção e médias de velocidade excelentes. Não errar o trajeto foi essencial para conquistar o lugar mais alto do pódio. Essa foi a primeira vez que eu e o Kuka andamos juntos e já conquistar a vitória foi show”, comemorou Melo. Eles foram seguidos por Eduardo Alexandre Kruger e Fabiane Tirone Kruger, e Giovani Arnaldo de Mello e Pedro Pescador de Mello. 

 

Entre os inscritos da categoria Novatos, a dupla Homeriton Luiz Martins e Jefferson Teixeira, foram os primeiros colocados, com 29 pontos. “Foi uma grata surpresa conquistar esse resultado. Eu fiquei parado na navegação por um tempo, e ainda estou um pouco enferrujado, e o piloto está iniciando agora no esporte. O certame estava perfeito, com tulipas e metragem bem feitas. Pretendemos fazer as outras etapas devido à qualidade técnica desta prova”, Teixeira.  A dupla Rodrigo Koegler e Daniel Rodrigo Muller ficou na segunda posição, e Carlos Alberto Volpato e Carlos Alberto Volpato Filho, em terceiro. 

 

A emoção rolou solta na categoria Pais e Filhos 4x4, com Marcos e Mariana dos Santos Costa conquistando a vitória da categoria. “Eventos como esse proporcionam a confraternização com os amigos. A inclusão de categorias, como a Pais e Filhos e Universitários é uma forma de incentivar essas pessoas a serem futuros ‘Máster’. Com isso, a nossa estratégia para manter essa performance é participar de diversas provas para treinar e melhorar cada vez mais, além de ter dedicação e garra”, ressaltou Marcos. Em segundo lugar ficaram Temos Ferreira Bastos e Leonardo Felipe Sonda Bastos, com Oscar José Schmidt e Oscar Schmidt Bisneto, na terceira colocação. 

 

E por fim, na categoria Cidade (que não pontua pelo campeonato), pai e filha, Dorivaldo Mueller e Bianca Mueller Ruckl sagram-se campeões na cidade em que moram. Com 32 pontos, eles empataram com Luiz Henrique Redlich e Fábio José Neppel (mas levaram a melhor pelo critério de desempate). “Ter a Copa novamente ao nosso calendário é importante, pois é uma oportunidade de treinarmos para grandes certames, a exemplo do Trancatarina. Nesta primeira etapa, o percurso foi bem escolhido e tivemos vários obstáculos, inclusive com pegadinhas complexas, com metragens extremamente próximas. Acredito que a única estratégia é continuar treinando e se divertir nas provas, sem pressão e estresse”, avaliou. Na terceira posição ficaram Vanderlei Hirt Marques e Débora Nardino. 

 

Com tanta energia e animação, os competidores da Copa SC Racing já começaram a contagem regressiva para a segunda etapa do campeonato, que será no dia 21 de abril, em Gravatal, SC.

 

Calendário

21 de abril – Gravatal - a confirmar

22 de setembro – Curitibanos - a confirmar

20 de outubro – Florianópolis

 

A SC Racing tem patrocínio de Floripa Textil, Gatos & Atos, Lavanderia Lave Bem, SFI Chips, Concessionária Trilha SC, Grupo Gratt, Quatorze08

Parceria: Jeep Clube de São Bento

Realização: SC Racing

Supervisão: FAUESC